Como se previnir contra o Golpe dos Links Falsos

Série: Proteja-se contra os Golpes

Nesse vídeo vou tratar sobre o golpe que é aplicado utilizando o envio de links falsos que simulam situações como link que promete brindes e sorteios inexistentes.

Aprenda como se prevenir contra esse tipo de golpe, fique alerta das dicas que dou e evite cair nesse tipo de armadilha.

Compartilhe esse vídeo e vamos juntos, combater as ações dos criminosos!

A informação é a melhor forma de se proteger.

✅ Vídeos da Série: Golpes – como previnir?

▸ Golpe do Perfil Falso no Whatsapp: https://www.youtube.com/watch?v=Ed1yQ…
▸ Golpe do Cupom de Desconto/Voucher falso: https://www.youtube.com/watch?v=MPf4B…
▸ Golpe em plataformas de compra/venda online: https://youtu.be/UTVPCn9tXic

Inscreva-se no canal.

youtube.com/roneymedice

Confira no Canal do Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=dZslzN1GvKo

Lançamento do novo Podcast Café com TI – Roney Medice

Lançado oficialmente mais um canal de transmissão de conhecimento sobre Tecnologia e Segurança da Informação.

Podcast semanal que traz notícias do mundo da tecnologia, um bate papo descontraído e agradável de se informar e manter-se atualizado, conversando de forma informal com os convidados das mais diversas áreas tratando de assuntos que merecem ser debatidos.

E é claro, sempre acompanhando de uma boa xícara de café.

Primeiro episódio publicado no Spotify! Inscreva-se no podcast para receber as notificações sempre que novos episódios forem publicados

Em breve, em outras plataformas. Acompanhe os episódios semanais no Café com TI no Spotify.

Divirta-se !

Site: podcastcafecomti.com.br

1 – A Tecnologia no túnel do tempo

#1 – Nesse primeiro episódio, vamos falar sobre a evolução da tecnologia, como eram os eletrônicos na década de 90, a era do BBS, modens de computador, as fitas K-7 e muito mais.  Te espero nessa conversa nostálgica e vamos reviver essa época de muito sacrifício e pouca tecnologia em comparação aos dias atuais.

#tecnologia #ti #innovation #podcast #spotify #segurançadainformação #security #cafecomti

Carros autônomos: será a era da extinção dos semáforos?

A tecnologia tem evoluído de uma forma tão assustadora que nossos filhos não tem nem ideia do que se trata algumas tecnologias ultrapassadas mas que a nossa geração viveu muito e fomos criados dentro dela, citando algumas como: as fitas K-7, fitas de VHS, ficha de orelhão e tantas outras tecnologias que ainda não se imaginava quais seriam os seus substitutos no futuro delas, como o celular, o DVD, stream de vídeo e áudio, etc.

Assim como essas tecnologias, hoje temos uma tecnologia que está em grande expansão que é a automação industrial, especificamente quanto aos carros autônomos, aqueles que não precisam de um condutor (motorista) ao volante para conduzir o veículo pelas ruas da cidade.

Para muitos, e acredito que ainda é a realidade nos países, ainda estamos enraizados na ideia que um carro só pode se movimentar pelas ruas através de um motorista que o conduza. Mas é certo que esse tipo de pensamento e tecnologia já está rompendo barreiras e se tornando uma realidade em determinados centros urbanos, mesmo que ainda em índices tímidos de uso.

Entretanto, a discussão que estou levantando é que se a tecnologia que está sendo empregada aos carros autônomos para que eles possam andar nas cidades sem a necessidade de um motorista ao volante, controlando a velocidade, a rota a ser utilizada, a possibilidade de mudar de faixa durante o trajeto sem que traga perigo ao tráfego local, estou certo que essa mesma tecnologia vá trazer outras consequências que ainda não foram questionadas ou ainda não permitida por falta de mais estudos técnicos quanto à sua impantação.

Analisando a lógica de funcionamento de um carro autônomo, onde se usa algorítmos, rotas, controles de segurança e muitos outros controles que permitam esse deslocamento dos veículos sem um condutor, posso concluir que outras tecnologias ficarão obsoletas a partir que esses mesmos carros autônomos começarem a interagir entre eles, na via pública para determinar o tempo de frenagem, abertura de espaço para ultrapassagem do carro mais rápido, conversão em ruas com faixas de pedestres, etc.

Foto por Jesse Zheng em Pexels.com

Dessa forma, se os carros autônomos são projetados e preparados para as adversidades do tráfego de modo que eles se preocupam com os obstáculos, pedestres, relevos e outros tantos mais e para cada tipo de situação existe uma determinada resposta a ser empregada, ao mesmo tempo que esses carros começarem a interagir entre eles com trocas de informações públicas e úteis para a melhor dirigibilidade entre eles, é de se esperar que esses mesmos carros não precisarem mais de semáforos para controlar o tráfego na via, já que no futuro, quando 100% da frota for automatizada, a tecnologia dos semáforos poderá ser desprezada.

Contudo, analisando as variáveis que temos presente e o longo percursso que ainda falta para que esse tipo de tecnologia se propague nas cidades e torne uma realidade, fica aqui a ideia da possibilidade dos semáforos, um dia, ser mais uma tecnologia ultrapassada visto que carros autônomos chegarão em um nível de automação dos processos no trânsito que esses equipamentos de 3 cores, será outra tecnologia comparável as fitas K-7 de nosso tempo na história.

Será?!

Deixe nos comentários o seu ponto de vista!

A importância de ter mais de um e-mail

Antigamente, a principal forma de comunicação entre as pessoas era o envio de cartas pelo correio, onde além do tempo entre o envio da carta até o recebimento da mensagem, era comum as pessoas mudarem de endereço e as cartas voltavam com o notificação que o destinatário não foi encontrado.

Atualmente, o principal meio de comunicação atual é o e-mail, uma ferramenta mais ágil, dinâmico e de recebimento instanâneo. Qualquer retorno da mensagem eletrônica sobre o destinatário não encontrado, traz a velocidade do desenvolvimento da tecnologia, não precisando mais o remetente ter que aguardar por dias para saber se a mensagem dele chegou ao destinatário.

Entretatanto, diversas pessoas utilizam em toda sua vida, um único e-mail para se comunicar na internet, o que ao meu ver, não é a melhor forma pois existem diversos fatores que podem prejudicar o bom funcionamento da sua caixa postal, evitando a otimização do tempo e a organização das mensagens, que devido ao enorme recebimento de mensagens, pode ocorrer que uma ou outra mensagem passe despercebido pelo destinatário e que não sejam lidos, principalmente quando tratamos de recebimento de spams.

Foto por Torsten Dettlaff em Pexels.com

A principal forma de se organizar as mensagens que recebemos é criar, pelo menos, 2 e-mails distintos para separar as mensagens pessoais das mensagens de trabalho. Existem diversos serviços de e-mail que oferecem a criação de um endereço eletrônico gratuito e portanto, aconselho a você criar um e-mail para cada propósito. Com isso, já conseguimos organizar as mensagens conforme o objetivo do e-mail criado e assim, podemos dar prioridade na leitura das mensagens recebidas, lendo primeiro as pessoais ou as de trabalho.

Outro ponto a se considerar é a criação de e-mail para mero cadastro em sites de sorteios ou recebimento de propagandas pois tendo um endereço de e-mail especificamente para esse fim, estaremos separando as mensagens pessoais das mensagens de propaganda, evitando receber spam no e-mail pessoal. E além disso, no momento que não quiser mais receber e-mails de propaganda, basta excluir a conta de e-mail de propagandas e pronto, siga em frente com apenas o e-mail pessoal.

Contudo, existe um outro motivo para se criar um outro e-mail além do e-mail principal que você utiliza. É o chamado e-mail de recuperação de senha. É muito válido criar um e-mail alternativo exclusivo somente para receber notificações de esquecimento de senha do e-mail principal, evitando assim, que você perca o acesso em definitivo da sua conta principal por esquecimento de senha.

Dessa forma, ao esquecer a senha de acesso do seu e-mail principal, basta clicar na opção de “esqueceu a senha” que o sistema irá enviar as intruções de recuperação de nova senha para o e-mail alternativo, criado especificamente para esse propósito e assim, você terá de volta o acesso a sua conta principal de e-mail.

Palestra sobre Tecnologia da Informação aliada ao Comércio Exterior dada no Cet-Faesa

Tecnologia da Informação é tema de palestra para alunos do CET-FAESA

Fonte: Cet-Faesa (www.cetfaesa.com.br)

Wanessa Eustachio

Os universitários das turmas dos 3° e 4° períodos dos Cursos Superiores de Tecnologia em Comércio Exterior, Gestão Comercial e Logística aprofundaram seus conhecimentos a respeito da Tecnologia da Informação através da palestra com o coordenador de TI da empresa Hiper Export, Roney Medice.

A palestra foi coordenada pelo professor Leonardo Quintas Rocha e faz parte do plano de ensino da disciplina do docente. O evento ocorreu na última quarta-feira (17), no auditório da Faculdade.

Medice apresentou a palestra com o tema “A tecnologia da informação e suas soluções para logística do comércio exterior” e explicou como a tecnologia de sistemas de informação pode apoiar e otimizar os processos de logística no contexto do comércio exterior além de métodos e ferramentas, como por exemplo, o software Sistema de Armazenamento para Recintos Alfandegários (SARA). Uma ferramenta que faz gestão de controle processual de recebimento, armazenamento, desembarque aduaneiro e exportação de mercadoria. Ao final da apresentação de Medice os alunos puderam realizar perguntas ao convidado.

 

Totvs_Cet_Faesa_Roney_Medice_Hiper_Export_01Totvs_Cet_Faesa_Roney_Medice_Hiper_Export_02Totvs_Cet_Faesa_Roney_Medice_Hiper_Export_04

3º Worshop TISaúde – Segurança Digital

No dia 30 de maio, a partir das 8h da manhã, a Emescam sediará o 3º Workshop TIsaúde, com tema central “Segurança Digital”.

Segue abaixo o banner do evento e faça a sua inscrição, é GRATUITO!

Fazer Inscrição

Roney_medice_emescam_ITSAUDE

Evento online com o tema: A Computação Forense e A Importância da Perícia no Inquérito Policial

Evento online: A Computação Forense e A Importância da Perícia no Inquérito Policial

No dia 30 de Março de 2015, segunda-feira, está marcado mais um evento online na sala de conferência com o apoio do Grupo Perícia Forense onde o tema principal será “A Computação Forense e a Importância da Perícia no Inquérito Policial“.

Contará com os moderadores desse evento o Especialista em Computação Forense – Roney Medice e o Delegado de Polícia – Emerson Wendt. O evento iniciará no horário de 20h30m (horário de Brasília) e terá a duração de 40 minutos para a explanação do assunto.

Ao final da apresentação, os participantes poderão formular perguntas e até tirar dúvidas com os moderadores.

Não perca. Anote em sua agenda: Dia 30/03/15, 20h30m. Para acessar, clique no link da sala abaixo:

Sala de Conferência – Roney

Novos direitos previstos no Regulamento Geral de Direitos do Consumidor de Serviços de Telecomunicações (RGC) da Anatel

Entram em vigor nesta terça-feira, 10 de março, novos direitos previstos no Regulamento Geral de Direitos do Consumidor de Serviços de Telecomunicações (RGC) da Anatel. O objetivo é tornar mais transparentes as condições de contratação e prestação dos serviços de telecomunicações. Confira:

1) Espaço reservado na internet (arts. 21 e 22 do RGC)

A partir de 10 de março as prestadoras de serviços de telecomunicações devem disponibilizar um espaço reservado em sua página na internet no qual o consumidor poderá acessar livremente:
– a cópia do seu contrato, do plano de serviço de sua opção e outros documentos aplicáveis à oferta à qual se encontra vinculado, inclusive contrato de permanência (documento que prevê a fidelização), quando for o caso;
– o sumário do contrato, contendo as principais informações sobre o Plano de Serviço ou oferta promocional contratada, incluindo reajustes de preços e tarifas, alterações nas condições de provimento do serviço e promoções a expirar, e o término do prazo de permanência (fidelização), se aplicável;
– a referência a novos serviços contratados;
– os documentos de cobrança dos últimos seis meses;
– o relatório detalhado dos serviços prestados dos últimos seis meses;
– a opção de solicitação de cópia da gravação de suas interações, quando for o caso;
– o histórico de suas demandas registradas nos últimos seis meses;
– o recurso que lhe possibilite o acompanhamento adequado do uso do serviço contratado, durante sua fruição;
– o perfil de consumo dos últimos três meses; e
– o registro de reclamação, solicitação de serviços, pedidos de informação e rescisão de seu contrato, ou qualquer outra demanda relacionada ao serviço da prestadora.
A prestadora tem que permitir que cópias dos documentos e informações disponíveis no espaço reservado sejam salvas, assim como deve encaminhá-las para o e-mail cadastrado do consumidor, se ele assim preferir.

2) Gravação das ligações entre consumidor e prestadora (art. 26 do RGC)

A partir de 10 de março passa a vigorar também a obrigação da prestadora de efetuar a gravação de todas as ligações realizadas entre ela e o consumidor, independentemente de quem tenha originado a interação (consumidor ou prestadora). Caso o consumidor solicite uma cópia da gravação, a prestadora deve disponibilizá-la em, no máximo, dez dias. Essa solicitação pode ser feita em qualquer dos canais de atendimento da prestadora, inclusive por meio do espaço reservado do consumidor constante da página na internet.

3) Mecanismo de Comparação (art. 44 do RGC)

As prestadoras devem, a partir de 10 de março, disponibilizar na sua página na internet um mecanismo de comparação de Planos de Serviço e ofertas promocionais no qual os interessados poderão identificar a opção disponível mais adequada ao seu perfil de consumo.
Assim, a prestadora irá fornecer no espaço reservado algumas informações referentes ao perfil de consumo (por exemplo, velocidade contratada e quantidade de dados consumidos, quantidade de mensagens consumidas, minutos consumidos na modalidade local, longa distância nacional e internacional, a depender do serviço), o que permitirá ao consumidor identificar como utiliza os serviços de telecomunicações por ele contratados e, visualizando com clareza os planos e promoções ofertados, escolher de forma consciente aquele que lhe parecer mais interessante.

4) Relatório detalhado dos serviços (art. 62 do RGC)

Do dia 10 de março em diante a prestadora deve disponibilizar no espaço reservado do consumidor na internet um relatório detalhado dos serviços e facilidades prestados. Esse relatório deverá conter, dentre outras informações:
– o número chamado ou do destino da mensagem;
– a Área de Registro ou localidade de origem e Área de Registro ou localidade do terminal de destino da chamada ou da mensagem;
– a data e horário (hora, minuto e segundo) do início da chamada ou do envio da mensagem;
– o volume diário de dados trafegados;
– os limites estabelecidos por franquias e os excedidos;
– as programações contratadas de forma avulsa e seu valor;
– o valor da chamada, da conexão de dados ou da mensagem enviada, explicitando os casos de variação horária;
– a identificação discriminada de valores restituídos;
– o detalhamento de quaisquer outros valores que não decorram da prestação de serviços de telecomunicações.
Além da disponibilização no espaço reservado, a prestadora deverá fornecer o relatório por meio impresso, caso assim seja solicitado pelo consumidor.

5) Documento de cobrança (art. 74 do RGC)

Consiste em obrigação da prestadora elaborar um documento de cobrança de forma clara, inteligível, ordenada e em padrão uniforme, de forma que o consumidor possa compreender o que está sendo cobrado ali. E a partir de 10 de março esse documento de cobrança deverá conter, sempre que aplicável:
– a identificação do período que compreende a cobrança e o valor total de cada serviço e facilidades cobradas, bem como de promoções e descontos aplicáveis;
– a identificação do valor referente à instalação, ativação e reparos, quando sua cobrança for autorizada pela regulamentação;
– o número do centro de atendimento telefônico da prestadora que emitiu o documento;
– o número da central de atendimento da Anatel;
– a identificação de multas e juros aplicáveis em caso de inadimplência;
– a identificação discriminada de valores restituídos;
– detalhamento dos tributos, por serviços, na forma da Lei 12.741, de 28 de dezembro de 2012.

Fonte: Anatel

Nova sala virtual do Grupo Perícia Forense

Pessoal,

Venho agradecer pela ajuda que tivemos na arrecadação de donativos para renovar a nossa assinatura de nossa sala virtual do Grupo Perícia Forense.

Desde já, todos estão convidados para conhecer a nossa sala virtual de eventos que ao longo do ano vamos promover diversos encontros virtuais com abordagem sobre Computação Forense e Segurança da Informação.

Aguardem!

Link de nossa sala: http://login.meetcheap.com/conference,periciaforense