Esteganografia: saiba enviar informações sigilosas através de figuras

O termo é Esteganografia: técnica de se esconder um arquivo dentro de outro, de forma criptografada. Por exemplo, colocar um texto criptografado dentro de um arquivo de imagem qualquer. No mundo tão moderno de hoje, está cada vez mais arriscado a comunicação utilizando os nosso telefones convencionais, sujeitos a grampo e tudo que a tecnologia oferece aos espertinhos.

Mas existem outras formas de comunicação que eu diria até que são mais eficientes e seguras, desde que você tenha conhecimento, é lógico. Quando precisamos enviar aquele documento muito importante para outra pessoa via rede (internet), temos o cuidado de digitar o e-mail de destinatário corretamente para que não seja enviado, por engano, o documento a ser enviado. Bem, fazendo isso, você está tranquilo que somente o destinatário vai abrir o e-mail né? Grande engano, e se por acaso o computador do destinatário estiver ligado, o seu e-mail chegou são e salvo na tela do micro dele, mas, o seu destinatário está tomando banho e o primo dele, um pouco curioso, futuca o e-mail que acaba de chegar. Pronto, aquela informação confidencial, deixou de ser confidencial.

Portanto, utilizando a esteganografia, você escolhe uma imagem a ser utilizada para “emcobrir” o arquivo importante. Abra um programa desenvolvido para essa finalidade, como por exemplo o JP Hide and Seek (JPHS), que pode ser encontrado em http://linux01.gwdg.de/~alatham/stego.html (tem versão para windows também), e esconde dentro da imagem, o arquivo importante, utilizando uma senha que será usada para criptografar seu documento dentro da imagem.

O destinatário ao receber seu e-mail, visualizará a imagem, e caso a pessoa que esteja lendo não é o destino confiável para ler o e-mail, não terá problema pois ele somente visualizará a imagem, o documento estará oculto dentro da figura e criptografado. Para ter acesso ao documento, o destinatário dever ter o mesmo programa que o remetente utilizou para encobrir o documento dentro da figura e informar a senha que foi utilizada na criptografia do documento.

Assim, você poderá enviar e-mails de uma forma segura e sem correr o risco que espertinhos venham a “sequestrar” o email. Para eles, o e-mail parecerá inofensivo com uma figura anexada, mas na verdade, pode esconder uma informação muito valiosa.

Portanto, quando você encontrar ou receber um e-mail tipo corrente, com uma figura anexada, desconfie, pode ser que a verdadeira intenção do remetente é enviar documentos ou instruções criminosas utilizando a esteganografia, sem que os leigos percebam a existência de algo a mais naquela singela figura.

Roney Médice

Analista de Sistema e Bacharel em Direito

Anúncios