Confirmando a leitura de um e-mail com a ajuda de um “porco”


No mundo todo, milhares de e-mails são enviados pelos diversos servidores de e-mail existentes na internet, com o objetivo de levar a informação desejada do remetente ao destinatário. Infelizmente, muitos desses e-mails são os temíveis SPAM: mensagens indesejadas e que na sua grande maioria possui conteúdo publicitário.

Nem vou falar a quantidade de e-mail fake (falso) que é enviado aos coitados dos destinatários desavisados que acabam caindo em determinados golpes virtuais por falta de informação e atenção.

Em vários softwares de e-mail (os programas clientes) que os usuários utilizam para ler e enviar e-mails tais como o Outllook, Thunderbird, Lotus, etc, existem opções configuráveis para que seja possível o remetente receber uma confirmação de entrega e leitura por parte do programa de e-mail do destinatário.

Cada programa de e-mail cliente tem o seu local de configuração específico para essa finalidade, que no geral, atende a demanda dos usuários. Entretanto, tenho percebido que determinados administradores de servidores nas empresas, estão desabilitando a opção no servidor de e-mail corporativo para que não seja possível enviar um retorno ao remetente sobre a entrega ou leitura do e-mail por parte do destinatário.

Alguns argumentos são levantados por esses profissionais de TI como: evitar a ação dos spammers que enviam um e-mail para um endereço eletrônico na esperança de receber a confirmação de entrega e assim, validar aquele e-mail na maillist de spam. Outro argumento é sobre a privacidade do destinatário que não quer informar ao remetente qual o momento que foi realizado a leitura do e-mail enviado, ficando o remetente na eterna dúvida sobre a entrega e a leitura do e-mail enviado.

Entretanto, argumentos a parte, podemos resolver essa questão com uma método que é muito usado durante o processo de investigação pericial em crimes eletrônicos com o objetivo de saber se determinado e-mail utilizado para enviar material pornográfico ou com conteúdo ofensivo contra o destinatário ainda está em funcionamento. Usando um “porco”.

Isso mesmo, a técnica utilizada é inserir no corpo do e-mail, uma figura de um porco disponibilizada no site www.spypig.com que ele executará o script no momento que o destinatário abrir o e-mail. É muito simples de usar e garante bons resultados ao remetente que receberá uma confirmação de leitura com informações úteis como versão do browser do destinatário, sistema operacional e outras informações relevantes.

O SpyPig é um site que disponibiliza ao remetente a facilidade de ter uma confirmação de leitura do e-mail enviado independente da vontade do destinatário, querendo ou não, até porque nenhuma mensagem é exibida a ele para permitir ou não esse envio. Tudo é executado via scrpit que tem a sua ação iniciada na mera abertura do e-mail.

Utilize esse recurso e perceba a infinidade de benefícios que esse método de confirmação pode lhe proporcionar.

Até a próxima!

Anúncios

Uma resposta em “Confirmando a leitura de um e-mail com a ajuda de um “porco”

  1. Pingback: SpyPig: confirmando a leitura de um e-mail com a ajuda de um "porco" | Profissionais TI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s