De quem é a culpa da lentidão do ERP: da equipe de infra ou sistema?


O uso de um sistema informatizado dentro de uma empresa traz enormes benefícios tanto para o empresário, que tem o seu controle financeiro e administrativo de forma organizada e otimizada, quanto o governo, que acompanha o movimento contábil e fiscal das empresas através da escrituração digital.

Esse processo é resultado da evolução da tecnologia combinado com a necessidade de se ter um maior controle das informações que são repassadas aos órgãos públicos e assim, facilitar a análise desses dados pelo governo.

Antigamente, o uso dos antigos livros caixas (nem sei se ainda tem empresa que usa essa modalidade – exceto as microempresas e as quitandas), aqueles livros que continham todo o histórico de entrada e saída da empresa, era obrigatório e necessário para uma eventual fiscalização por parte do agente público.

Entretanto, era muito moroso a fiscalização e existia uma enorme dificuldade em guardar esse livros em locais seguros e longe de traças e outros tipos de “bichos”. Hoje, com o uso de software que gerenciam as informações da empresa, os conhecidos ERP, fazem todo o trabalho fiscal e contábil, até mesmo na geração de notas fiscais eletrônicas.

Tudo fica registrado eletronicamente e através do ERP, qualquer tipo de consulta o relatório é gerado em poucos minutos e até em segundos, dependendo do volume e da complexidade da informações a serem pesquisadas.

Ocasionalmente, em determinados momentos, essa pesquisa no sistema de informática da empresa ou geração de um arquivo para ser enviado ao órgão público, pode ocasionar um certo atraso devido a uma lentidão no processamento das informações, levando ao usuário do ERP a registrar um atendimento no suporte da empresa para resolver esse atraso.

Inicia-se nesse momento uma discussão entre a equipe de infraestrutura e a equipe de sistemas em que cada um joga a culpa ao outro, sobre a culpa da lentidão no processamento das informações pesquisadas por parte do usuário da empresa. O pessoal de infra acusa que o ERP está lento devido o tamanho do banco de dados, tabelas não indexadas, falta de uma manutenção preventiva e outros motivos plausíveis.

Do outro lado, o pessoal de sistema se defende colocando a culpa na infraestrutura que está deficiente como o processamento do servidor não aguenta mais as necessidades do ERP, falta memória RAM, CPU ultrapassada, cabeamento de rede inadequado e outras desculpas que merecem atenção no caso concreto.

Contudo, o que precisa ser analisado é que tanto a equipe de sistemas como a de infra precisam arranjar uma solução pois o sistema ERP não roda sem a infra e não adianta ter a infra sem o sistema funcionando. Encontrar a solução em conjunto, nesse caso, ganha os profissionais de TI (pela proatividade em resolver) e ganha a empresa (que sabe que possui bons profissionais que resolvem os seus problemas de tecnologia).

Até a próxima!

Anúncios

Uma resposta em “De quem é a culpa da lentidão do ERP: da equipe de infra ou sistema?

  1. Pingback: De quem é a culpa da lentidão do ERP: da equipe de infra ou sistema? | Profissionais TI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s