Como estruturar um laboratório Forense

Em diversos momentos durante uma investigação forense, o investigador precisará obter o maior número possível de evidências em um determinado equipamento eletrônico e para tanto, será necessário trabalhar em um ambiente apropriado para manter o profissionalismo, a segurança das informações digitais existentes e principalmente, evitar que dados sigilosos sejam divulgados ou que o objeto da investigação esteja vulnerável ao acesso de terceiros não autorizados.

O ideal é que o perito digital possua um laboratório forense para auxiliar em suas atividades com o maior zelo possível, utilizando técnicas e procedimentos para buscar evidências sem comprometer ou violar o equipamento eletrônico. É nesse ambiente de trabalho que o investigador passará o maior tempo durante os trabalhos de investigação executando ferramentas forenses em busca de provas que possam confirmar a autoria do crime ou pelo menos a existência dele.

Entretanto, antes de montar um laboratório forense é necessário um planejamento sobre a estrutura do local, analisando o orçamento disponível, o espaço físico do laboratório, os equipamentos mínimos necessários, os requisitos básicos das estações de trabalho, controle de acesso, segurança física do espaço e outros requisitos para que se evite um desperdício de investimento e tempo, evitando gastar demais ou montar uma estrutura em um espaço com dimensões reduzidas.1

 

1COSTA, Marcelo Antônio Sampaio Lemos – Computação Forense. Ed. Millennium. Campinas-SP, 2003.

Anúncios